• G5 Solar

Previsões para a conta de luz ainda em 2022



Há muito tempo os brasileiros sofrem com a alta nas faturas de energia, desde o período da grande crise hídrica, que prejudicou o abastecimento elétrico do país.


Até dois meses atrás, ainda estávamos reféns da bandeira tarifária ‘escassez hídrica’, a maior da história, com taxa no valor de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos, em vigor desde setembro de 2021.


A preocupação dos especialistas era com a falta de chuvas para esse ano, que impactaria em uma situação ainda mais crítica. Entretanto, com a melhora do cenário, quem entra em vigor é a bandeira verde, sem ajuste tarifário, e as previsões da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) são de permanência da bandeira verde até o final do ano.


Reajuste nas bandeiras a partir de julho


No dia 21 de junho, a Aneel aprovou um reajuste nas bandeiras, com aumento de até 64% nas tarifas.


Os novos valores entram em vigor a partir de 1º de julho e serão válidos até meados de 2023. Sendo eles os seguintes:

  • Bandeira verde: continua sem cobrança adicional;

  • Bandeira amarela: de R$ 1,874 para R$ 2,989 a cada 100 kWh consumidos (+ 59,5%);

  • Bandeira vermelha patamar 1: de R$ 3,971 para R$ 6,500 a cada 100 kWh consumidos (+ 63,7%);

  • Bandeira vermelha patamar 2: de R$ 9,492 para R$ 9,795 a cada 100 kWh consumidos (+3,2%).


Ainda segundo a Aneel, boa parte dos reajustes tem ficado acima dos registrados no ano passado, quando a conta de luz do consumidor residencial subiu, em média, 8,25%.


Esses reajustes refletem, principalmente, a alta da inflação. Os contratos de compra e distribuição de energia são reajustados pela inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e pelo Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M).


A partir dessas novas alterações, podemos entender que o setor energético apresenta muitos desafios. Ainda que as previsões apresentem uma certa melhora, as preocupações ainda são constantes na vida dos brasileiros. Por isso, cada vez mais, as pessoas buscam por soluções que tragam mais estabilidade e economia na conta de luz, além de segurança, soluções como as fontes limpas e renováveis, a exemplo da energia solar.


A partir do sistema fotovoltaico, você passa a gerar sua própria energia elétrica e deixa de se preocupar com as oscilações nas bandeiras tarifárias, além de inúmeros outros benefícios que a tecnologia é capaz de oferecer à natureza e aos consumidores, como economia e valorização do imóvel.


Pensando nisso, o que você acha de ter mais tranquilidade com a sua conta de luz? Acesse nosso site e entre em contato com as nossas empresas parceiras para saber como você pode passar a produzir sua própria energia solar!


8 visualizações0 comentário